Arquivo da categoria: Crônicas

Sexta de crônicas

O GOSTO DE DEZEMBRO Sei que muitos não gostam, mas eu gosto de dezembro. Mês que parece existir para preparar a chegada de janeiro. Mês de terminar coisas. Folhear a agenda, ver o que deu certo ou não. E fechá-la. … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | 3 Comentários

Sexta de crônicas

ESCOLHAS A certa altura de nossa vida, percebemos que de fato somos, muito claramente, consequência das escolhas que, dentro de nossas circunstâncias, possibilidades e acasos, fomos fazendo no decorrer dos anos. E então reconhecemos como certas escolhas que fizemos – … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

Eu não, jacaré

Então eu disse pra ela, Gosto muito da senhora, lhe tenho todo o respeito mas, por favor, não me traga mais notícias assim. São viúvas da catástrofe, esse tipo de gente, excitadas e felizes por saber que alguém sofre mais … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

Sexta de crônicas

UMA PRAGA DA PRIMAVERA É o fim da picada! dirão os desavisados. Só mesmo paulista pra reclamar do canto de sabiá. Mas eu queria vê-los acordando às três horas da madrugada, com o canto agudo que chega a durar duas … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

Ficção e cidades

(Acho que já publiquei essa crônica aqui, mas como neste domingo estou participando do evento “Pauliceia Literária”, em uma mesa com Marçal Aquino e Tony Belotto sobre São Paulo, resolvi postá-la outra vez. Foi uma crônica feita por ocasião do … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

O trabalho: uma crônica

Desde que li, nos idos dos anos 70, um livro de Lucien Sève, psiquiatra e filósofo francês, “Marxismo e Teoria da Personalidade”, fiquei fascinada com sua análise sobre como a maneira em que cada um se insere produtivamente numa sociedade … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | 2 Comentários

Sexta de crônicas

ELA ADORA UM TERMINAL Sai pelo corredor do hospital avisando “É terminal. É terminal.” A voz soa compungida mas há certa vibração interna, uma excitação que a faz espalhar a notícia já contando com o frisson que vai provocar. Mesmo … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | 2 Comentários