Arquivo do mês: abril 2020

Quadragésimo-quinto dia

Notícias da nossa destruição como país: – Desmatamento na Amazônia: a tragédia anunciada se realizando. De janeiro a março, a ação dos fazendeiros, grileiros, desmatadores cresceu 51%. Se continuarmos nesse ritmo, nossa insuperável floresta acaba. – Genocídio dos indígenas avançando … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Quadragésimo-terceiro dia

Entra um vento frio, e sei que basta me levantar e fechar a janela. Mas não faço isso. Estou no final de um livro excelente, mas cansativo. E não o abandono. Algo me prende. Não a vontade de saber para … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , | Deixe um comentário

Trigésimo-nono dia

Não tinham o nome que têm hoje, mas fakenews são tão antigas quanto harpias. Boatos, infâmias, calúnias, os gregos e a Bíblia falaram de tudo isso. O que há de novo é o nome que ganharam com as redes sociais … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Trigésimo sétimo dia

Ainda não compreendi a mecânica, mas o fato é que meus dias adquiriram velocidade inesperada. Durmo mais tarde, acordo mais tarde, equação que certamente explica uma parte. Mesmo assim. Escrevo um pouco (bem menos do que antes); leio um pouco … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com | 2 Comentários

Trigésimo-primeiro dia

Na Av. Paulista, no fim-de-semana que passou: – Apoiadores da necropolítica fazem um desfile na avenida. Dançam com um caixão feito de papelão. Gritam e cantam uma musiquinha besta. – Uma carreata buzinando e gritando slogans contra o isolamento social … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Trigésimo dia

A cada dia um novo recorde de número de pessoas mortas e pessoas infectadas. Ainda assim é recorde também o número de pessoas que estão saindo de casa, sem proteção. Tem os que por fome ou necessidade premente, não podem … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Vigésimo-sétimo dia

Nestes dias, a escrita tem se tornado minha tábua de salvação. Acho triste. A escrita não deveria ser isso. No entanto, muitas vezes é. Como agora. Tomo um copo d´água e vou até a janela. O verde escuro da castanheira … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , | 2 Comentários

Vigésimo-quinto dia

Felipe sai para o supermercado todo paramentado com máscara e luvas e lenços de álcool gel. Mesmo assim, fico angustiada. Ele chega com as compras, esteriliza os sapatos, os pacotes, põe a roupa para lavar, vai tomar banho. Ainda assim, … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Vigésimo-primeiro dia

Deu nos jornais: A Terra está tremendo menos, descobriram os sismólogos. Com o isolamento obrigatório em grande parte do planeta, é possível detectar menos ruídos sísmicos – vibrações provocadas pela circulação pelas ruas e estradas. Essas vibrações da crosta terrestre … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Marcado com , , | 2 Comentários

Vigésimo dia

Assim que acordei – longe de ser muito cedo, ando acordando bem mais tarde do que antes. Assim que acordei senti o silêncio. Abri a janela. Rua vazia, calçada vazias. Nenhum barulho de carro, nenhum grito de brincadeira de crianças, … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano, Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário