Um conto aberto

O INTERLOCUTOR É VOCÊ

– Alô?
– …
– Tudo bem, e aí?
– …
– Também. Beleza.
-…. …. ….. …..
– Verdade? Que incrível!
– … … …. …. …. ….
– Maravilha mesmo! Mas eu sabia que ia acontecer.
– ………. …… ….
– Valeu esse tempo todo e o trabalho, hein!?
– …
– Maravilha mesmo.
– … …. …..
– Que coisa! Quem diria! Quer dizer, eu sempre disse.
– …
– Eu sempre disse que ia dar certo. Você merece. Fico muito feliz por você
– …
– E agora? Como vai fazer?
– …
– Não se preocupe com isso. Você vai ter tempo pra pensar.
– …
– Já contou pra todo mundo?
– …
– Bacana, poxa, bacana mesmo!
– …
– Precisamos comemorar. Quer passar lá em casa hoje à noite?
– …
– Beleza, então. Fico te esperando.
– …
– Outro. E olha, parabéns, viu?
– ….
– Um beijo. Tchau.

Anúncios
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Um conto aberto

  1. yuribaiocchi disse:

    Textos deste jeito me dão agonia… Fico querendo saber oque é… E fico aguardando o final… E o final não é nada revelador… Dá uma certa curiosidade… Concorda…?

    • A ideia é você – o leitor – fazer o papel de interlocutor e preencher o diálogo como quiser. Por isso chamei de um conto aberto e dei o título de “O Interlocutor é você”.
      Pode ser inquietante mesmo. Um beijo. 😉

      • yuribaiocchi disse:

        Sim… Havia entendido isso… Mas eu faço várias suposições… E é difícil escolher… Rsrsrs…

        Abraço…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s