Uma tarde de sábado no reino do faz-de-conta

A neta de 2 anos e meio diz pra vó:

“Faz de conta que eu sou a mamãe e você é o papai. O cavalinho é o bebê. Vamos tomar o café da manhã?”

O vaso vira bule de café, a cerâmica vira xícara, a coruja de porcelana vira pão com manteiga.

“Tá gostoso?”, pergunta. E depois, “Tive uma ideia”. Sai correndo até o armário da cozinha:”Aqui é o forno”.

Abre a porta do armário e põe dentro o pratinho com o cacho de uva que poucos minutos atrás ela estava comendo: “É o biscoito de queijo que vai assar”.

Espera um segundo, abre outra vez a porta, tira uma uva e diz “Tá quente!”, mas enfia na boca assim mesmo.

Volta pra sala e se deita no tapete: “Eu sou nenê!”, e bate pernas e braços, gemendo, “Béeee, béee! Mamãe, tá doendo! Chama a doutora Fernanda.”

A doutora Fernanda chega muito atenta, ausculta o peito, aperta a barriga. “Pronto, já tá curada”.

Então ela se levanta e diz, “Mamãe foi pro trabalho, papai foi viajar. Eu posso ver o lobo mau no laptop o vovô?”

Anúncios
Esse post foi publicado em Cotidiano. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s