O pesadelo de uma autora

Ainda mergulhada na última revisão do meu novo romance “Pauliceia de Mil Dentes”. Momento gostoso mas que às vezes parece interminável: burilar, ajustar, cortar.

É um tanto obsessivo isso. Conheço autores que se detêm nesse momento, aprisionados quase que para sempre. À procura do ideal impossível da perfeição. De um texto onde nada estorve.

E cortam, cortam, e vão cortando…. até que, no final, sequer resta uma frase.

UI! ME ACORDEM!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O pesadelo de uma autora

  1. Luis Fernando disse:

    de fato. se não me engano foi a clarice lispector que disse que não lê o que escreve, porque ela sabe que se ler, vai querer revisar, editar, cortar e pode estragar tudo.

    passo por isso com meus poemas. mas tô aprendendo a respeitar o limite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s