A experiência de escrever um conto III

Tive alguns embriões de ideia:

– Uma mulher prepara a mudança de apartamento. Na arrumação,  começa a encontrar coisas perdidas de sua vida, etc. etc. Poderia pender mais para o sombrio ou para o psicológico, o momento de valorizar suas lembranças para decidir o que levar, o que deixar pra trás, etc. etc. Mas não. Estou prestes a passar por uma situação como essa e não quero antecipar uma situação que sei que não será prazerosa. Deixa pra lá.

– A outra ideia foi escrever uma história a partir do grupo de literatura do qual participo. É um grupo muitíssimo interessante e até já rascunhei uma crônica sobre ele, uma vez. No entanto, embora ache que essa circunstância possa dar alguma coisa, não me sinto segura em falar a respeito de situações que envolvem pessoas amigas. Claro que não falaria especificamente sobre as pessoas desse meu grupo mas a partir da situação que elas vivenciam comigo, o que poderia, mesmo assim, de alguma forma, levar a alguma confusão, sobretudo se minha proposta é escrever no blog. Abandonei a ideia.

– E o que pode acontecer na saída de um consultório de terapia? Pensei nisso porque um daqueles contos que li é a narrativa de uma mulher que fica conhecendo um estranho velho em um pub, em Londres, nas saídas de suas sessões de análise. O velho lhe conta sua história e ela vai misturando um pouco de suas coisas com as dele. Será que dá pra seguir essa trilha? Pode ser.

Vou dar uma caminhada. Caminhar é ótimo para resolver esse tipo de problema.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para A experiência de escrever um conto III

  1. siltava disse:

    Zezé, gostei tanto da ideia-embrião 1… Tem certeza que vai deixar pra lá? A ficção pode ajudar a encarar a reallidade, rss… beijo!

  2. Laide baumann disse:

    Acho que a arrumação do apartamento pode dar samba , ou melhor vários contos

    Pode ser que voceencontre varias coisas prazerosas. Sabe um desenho feito pelos filhos no dia das mães . A emoção da época misturada com a do encontro….sei lá …
    Vai fundo…
    Beijocas
    Laide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s