Outra vez o Cachorro Negro

Acho que já falei aqui de um romance que traduzi recentemente, “Sr. Chartwell”, de Rebecca Hunt. É um livro sobre depressão. Churchill chamava sua depressão de “Cachorro Negro”. A autora cria literalmente esse cachorro negro que atormentou Churchill a vida inteira e, no romance, atormenta também uma jovem bibliotecária londrina. Sr. Chartwell é o nome do cachorro. Nunca li um livro com um humor tão inglês e uma ideia bizarra tão bem resolvida.

Vejam que descrição bonita a do primeiro parágrafo abaixo e que britânica a construção do segundo:

“Um vento suave flutuava vindo da janela aberta e trazia o odor de asfalto queimado e o beijo lamacento do rio. Diamantes nas treliças da vidraça reluziam amarelos. Uma gaivota gritou. Uma bela manhã, um dia para peixes e batatas fritas na praia.”

“A ambos seria servido chá, se eles o desejassem. Eles desejavam chá? Então lhes seria trazido.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Cotidiano. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s