“Melancolia”

Vou acabar vendo esse filme. Não queria. Gosto apenas de dois filmes do Lars von Triers: “Dançando no Escuro” (uma emoção) e “Dogville” (algo novo, de fato). Não gostei de “Manderlay” (repetição sem brilhantismo da fórmula que só funciona na primeira vez), e por pouco não saí de “O Grande Chefe”, uma chatice. Passei longe do “Anti Cristo” e achei, como já foi dito à exaustão, que ele exorbitou em sua entrevista em Cannes. Além disso, não gosto de “disaster movie”. Portanto, pensei em não ver esse filme tão polêmica. Mas amigos dizem que é belíssimo. Tenho um fraco por coisas belíssimas. Então, acho que vou.
Qualquer coisa, saio.
Sair de um filme e fechar um livro no momento que me apraz são direitos mínimos dos quais acho difícil abrir mão.

Anúncios
Esse post foi publicado em Cotidiano. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s