Aproprie-se do que lê

Outra citação do meu guru sobre como ler romances, Thomas C. Forster, do qual falo muito aqui.
Uma lei para todos que leem: apropriem-se dos romances que estiverem lendo. (Poemas, também. Também contos, ensaios, peças de teatro – você entendeu.) Não quero dizer compre um exemplar, embora por razões auto evidentes e de interesse próprio, eu não seja contra isso. Quero dizer tomar posse psicológica e intelectual dessas obras. Torná-las suas. Você não é um aluno assustado pedindo mais mingau…. É uma pessoa adulta tendo uma conversa com outra. Que vocês dois nunca tenham se encontrado e que o outro possa estar morto é irrelevante. Ainda assim é uma conversa, um encontro de mentes e imaginações, e a sua importa tanto quanto a do escritor.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Trechos de livros. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s