Arquivo do mês: julho 2010

Sexta de contos

“Uma Pérola de Garota” é o conto de hoje. Quando eu era adolescente, vi um filme belíssimo, cujo nome lamentavelmente esqueci. Era sobre uma garota esquizofrênica que vive uma história de amor com um garoto tão jovem quanto ela. Há … Continuar lendo

Publicado em Contos | 2 Comentários

Tarantino e o poema de Frost

Fomos ver “À prova de morte”, do Tarantino. Não gostei tanto quanto geralmente gosto dos filmes dele. Achei que tinha jeito de exercício preparatório para algo maior; um ensaio para ver o que pode dar certo ou não. Principalmente em … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Deixe um comentário

Quem se lembra de Hedy Lamarr?

A “mulher mais linda da Europa”, disse Max Reinhardt, conhecido diretor teatral da época. Uma garota austríaca que se casou com um vienense fabricante de armas. Dá para imaginar o tipo. E acho que imaginaríamos certo porque a bela garota, … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | Deixe um comentário

Giros do mundo

Queridos: Foi muito bom receber as mensagens e telefonemas de apoio de todos vocês. Muitíssimo obrigada. Só não deixem de ler o livro do McCann. Ele merece. Vejam um trechinho: “O mundo gira. Nós seguimos tropeçando. É o suficiente.” Um … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | 1 Comentário

Edição extraordinária: os bastidores do caso “Folha de São Paulo”

Gatilhos fumegantes de ar em defesa do lugar-comum e do chavão O jornalista Roberto Kaz, da cada vez mais execrável “Folha de São Paulo”, depois de ter sido “furado” por todos os grandes jornais e revistas, resolveu sacanear com a … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | 26 Comentários

Sexta de Contos

O conto de hoje faz parte da série “Entreouvidos”. A frase em itálico foi a que ouvi na rua. O leite antes de derramar Tenho uma coisa pra te contar, amor – e seu sorriso ao abraçá-la se abre como … Continuar lendo

Publicado em Contos | 1 Comentário

Um tesouro de verdade

Um amigo da minha cunhada escreveu um livro com todas as dicas para a descoberta de um tesouro. Um tesouro no sentido literal, aquele velho e bom sentido dos piratas, da ilha deserta, do pote no fim do arco-íris. Verdade. … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano | 1 Comentário